Tratamentos

Com o Dr. Carlos Alberto Petta, você pode realizar diversos tratamentos e diagnósticos:

FIV/ICSI
A Fertilização In Vitro é uma técnica utilizada para unir os gametas dos pais (ou doadores) simulando, no laboratório, a fertilização que aconteceria dentro do organismo da mulher. Assim, o óvulo é colocado em contato com os espermatozoides, em um meio de cultura apropriado, e são os próprios gametas que se selecionam para que a fecundação aconteça.

A ISCI (Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide) é uma técnica complementar à Fertilização In Vitro. Consiste em utilizar uma injeção microscópica para realizar uma fecundação que não poderia acontecer naturalmente. É uma técnica indicada para homens com baixo número de espermatozoides viáveis ou para mulheres com algum problema na camada externa de seus óvulos, que possam dificultar a entrada do espermatozoide em seu interior.

Endometriose
Todo mês, os ovários produzem hormônios que estimulam as células da mucosa do útero (endométrio) a se multiplicarem e estarem preparadas para receber um óvulo fertilizado. A mucosa aumenta de tamanho e fica mais espessa. Se essas células (chamadas de células endometriais) crescerem fora do útero, surge a endometriose. Ao contrário das células normalmente encontradas dentro do útero que são liberadas durante a menstruação, as células fora do útero permanecem no lugar. Elas às vezes sangram um pouco, mas se curam e são estimuladas novamente durante o ciclo seguinte.

Relação Sexual Programada
A Relação Sexual Programada consiste em regular e prever a ovulação da mulher para aumentar suas chances de engravidar. É indicada para auxiliar casais cujo homem apresenta o sêmen sem alterações e a mulher também não apresente fatores que impeçam a gravidez, mas que tenha o ciclo menstrual irregular – que pode ser causado pela Síndrome dos Ovários Policísticos, por exemplo – ou quando a idade já prejudica a regularidade da ovulação.

Inseminação Intrauterina
A Inseminação Intrauterina consiste em induzir a ovulação da mulher e controla-la, através de exames de ultrassonografia para que, nos dias mais férteis, o sêmen seja introduzido no útero da mulher permitindo que a fertilização ocorra naturalmente.

Preservação da Fertilidade
Hoje é possível, através das técnicas de criopreservação, proteger ou prolongar a fertilidade dos pacientes. A Preservação da Fertilidade consiste em preservar alguns óvulos congelados ou até mesmo embriões já formados em um processo de fertilização in vitro para garantir o sucesso do procedimento de fertilização futuro.

Congelamento de Sêmen
A criopreservação dos espermatozoides sadios pode ser indicada para homens em contato com substâncias que interfiram diretamente na sua fertilidade, homens que pretendem fazer a vasectomia, mas que consideram o desejo de serem pais novamente.

Congelamento de Tecido Ovariano
O Congelamento de Tecido Ovariano permite preservar congelados, os folículos que ainda não se desenvolveram e não se tornaram óvulos maduros, para que, ao final do tratamento oncológico, a paciente possa, com o tecido congelado, optar pela maturação in vitro desses óvulos.

Congelamento de Óvulos
Através da estimulação dos ovários realizada por medicações específicas e posterior coleta de óvulos, é possível congelá-los para mantê-los intactos e funcionais, viabilizando uma gravidez futura.

Congelamento de Embriões
O Congelamento de Embriões pode ser utilizado quando, por exemplo, a gravidez não ocorrer logo na primeira transferência. A existência de embriões já formados adianta boa parte de todo procedimento de fertilização in vitro. Uma nova tentativa somente necessitará da estimulação do endométrio e uma nova transferência dos embriões para o útero.

Análise Genética Pré-implantacional
A Análise Genética Pré-implantacional é uma técnica capaz de enxergar o DNA do embrião em desenvolvimento antes que seja feita a transferência para o útero da futura mãe. É possível, assim, precisar quais são e selecionar aqueles embriões que tenham maiores chances de implantar e se desenvolver.

Barriga Solidária
O procedimento de fertilização in vitro, com o óvulo e o espermatozoide do casal em tratamento, gera os embriões, que serão transferidos à mãe doadora (Barriga Solidária) para o seu desenvolvimento sadio.

Reversão de Laqueadura
Algumas vezes, depois da laqueadura, a mulher pode voltar a querer engravidar. Assim, a Reversão de Laqueadora visa refazer a passagem das trompas.

Ovodoação
Quando não se pode gerar um filho com seus próprios óvulos, as mulheres podem optar por recebê-los de uma doadora. Assim, através do procedimento de fertilização in vitro, o óvulo doado é fertilizado com o espermatozoide do marido.

Videohisteroscopia
A Videohistereoscopia é um procedimento para investigação e tratamento de diferentes quadros ginecológicos. Consiste em introduzir um instrumento óptico, acoplado a uma microcâmera por via vaginal que permite a visualização em um monitor do canal, do colo, e do interior do útero. Utiliza-se gás ou liquido para distender a cavidade uterina para melhor visualização.

Videolaparoscopia
A Videolaparoscopia é uma cirurgia muito útil para diversas questões ginecológicas, incluindo o tratamento de algumas causas da infertilidade feminina. É uma cirurgia que consegue abranger todo o sistema reprodutor da mulher, com um pós-operatório bastante simples e chances muito diminuídas de infecções.

Espermograma com Processamento Seminal
O Espermograma é um exame bastante difundido e que apresenta respostas eficientes diante da dificuldade de engravidar. Ele consiste em avaliar em laboratório o sêmen e espermatozoides do paciente e identificar se há e qual é o problema de fertilidade apresentado pelo homem.

Fragmentação do DNA Espermático
A identificação do alto índice de fragmentação do DNA espermático, uma recente e importante descoberta da medicina reprodutiva, é feita através do exame em laboratório da carga genética do espermatozoide. Mesmo homens que apresentam espermatozoides bem formados e com motilidade normal, avaliados pelo espermograma, podem apresentar um alto índice de fragmentação espermática.

Purificação de sêmen para casais sorodiscordantes
A técnica de purificação do sêmen é utilizada quando o homem está infectado pelo vírus HIV e a parceira não. No procedimento, se faz a coleta do sêmen a ser processado no laboratório para o procedimento de fertilização in vitro. Importante frisar, que o líquido seminal contém o vírus, mas o espermatozoide e a carga genética que ele carrega, não!

PESA/TESA
Quando a qualidade dos espermatozoides é insuficiente para realizar um tratamento através da coleta obtida pela ejaculação, temos duas alternativas para o sucesso no tratamento: PESA e TESA. Através desses procedimentos, os espermatozoides são recuperados diretamente do testículo ou do epidídimo (região próxima do testículo) e, através de ICSI, os óvulos são fertilizados.

Reversão de Vasectomia
A Reversão da Vasectomia religa os canais deferentes e torna o homem fértil novamente. É uma possibilidade para conseguir uma gravidez natural, se a parceira não apresentar algum problema de fertilidade.

Varicocele
A cirurgia para correção da Varicocele consiste em ligar as veias que descem até o saco escrotal, interrompendo seu fluxo, para acabar com as varizes. É feita tanto para retomar quanto para preservar a fertilidade masculina.